Código baixo | LCAP | Vinyl

Melhores práticas para segurança de aplicativos da Web

8 melhores práticas para segurança de aplicações web

By Chris Justus, Gerente Sênior, Vinyl Desenvolvimento e Tim Bond, Vinyl Gerente de Produto


Compreender a importância da segurança quando se trata de desenvolvimento de aplicações low-code, com uma análise de oito práticas recomendadas para proteger aplicações web.

A segurança cibernética, a segurança e a privacidade de dados continuarão, sem dúvida, a ser prioridades para empresas e organizações ao longo de 2024, e por boas razões. Dados recentes mostra que os custos mundiais do cibercrime são estimados em 10.5 biliões de dólares anuais até 2025, enfatizando a necessidade de medidas reforçadas de segurança cibernética.

Como esperado, os aplicativos da web são executados na Internet, tornando a segurança e a proteção de dados fundamentais para você, sua empresa e qualquer pessoa que interaja com os aplicativos. Com investimentos financeiros contínuos sendo feitos em plataformas de aplicações de baixo código, compreender as melhores práticas de segurança para a construção de aplicações web é fundamental para proteger company dados e mitigação de ameaças potenciais.

Como construir aplicações web seguras com uma plataforma low-code

Incorporar segurança ao ciclo de vida de desenvolvimento de aplicativos desde o início é a melhor maneira de garantir a proteção de seu aplicativo web.

Certifique-se de que a plataforma de desenvolvimento de aplicativos de baixo código escolhida seja construída com a segurança em mente desde o início. A plataforma deve ser segura, monitorizada e testada regularmente por terceiros e passar por ciclos de auditoria rigorosos. A plataforma de baixo código também deve atender a quaisquer requisitos de conformidade regulatória que sua organização precise.

Quando se trata de proteger aplicativos da web criados com soluções de baixo código, certifique-se de que sua plataforma ofereça os melhores recursos e opções de segurança da categoria.

8 práticas recomendadas para proteger aplicativos da web

  1. Política de senha

    Implementar e impor uma forte política de senha para todos os aplicativos da web. Esta política imporá regras que as senhas devem cumprir para obter acesso ao aplicativo. Ter uma política de senha forte dificulta o acesso dos cibercriminosos.

  2. Criptografar dados confidenciais

    Quaisquer dados confidenciais ou privados em aplicativos da web devem ser armazenados adequadamente e criptografada. Criptografar dados é o processo de codificá-los para que fiquem indisponíveis ou ocultos para usuários não autorizados. A criptografia de dados é outra ferramenta importante no arsenal de segurança de aplicativos da web.

  3. Implementar segurança baseada em funções

    Qualquer usuário com acesso a aplicações web deve pertencer a uma função definida e ter acesso apenas às informações e ações necessárias para executar suas tarefas específicas. papel. As melhores soluções de desenvolvimento de aplicativos de baixo código permitem restringir ainda mais o acesso ao nível de linha individual. A implementação de medidas de segurança baseadas em funções e em nível de linha restringe o acesso a dados e informações a usuários conhecidos e autorizados.

  4. Aproveite um provedor de segurança

    Em aplicações web, provedores de segurança pode ser usado para garantir que apenas usuários autenticados acessem o aplicativo. A implementação de um provedor de segurança impõe um gateway forte para o aplicativo da web, dificultando a entrada de cibercriminosos. As melhores soluções de desenvolvimento de aplicativos de baixo código devem ser integradas a protocolos comuns, incluindo: OAuth, SAML, SSO e OpenID Connect.

  5. Habilitar auditoria

    Auditoria rastreia informações sobre alterações feitas no aplicativo da web. Os dados de auditoria fornecem uma trilha de auditoria que pode ser usada para determinar quem, quando e o que mudou. A auditoria dá aos administradores e às partes interessadas visibilidade sobre o monitoramento das alterações feitas nos aplicativos.

  6. Mantenha o software atualizado

    Atualizações de software normalmente estão disponíveis em uma cadência regular. É importante manter seu software atualizado para ajudar a prevenir vulnerabilidades de segurança. As atualizações geralmente incluem correções para melhorar a segurança, ameaças e vulnerabilidades. Minimize riscos e vulnerabilidades mantendo seu software de aplicação web atualizado.

  7. Exigir HTTPS

    Os aplicativos da Web são executados na Internet e devem sempre ser executados em HTTPS com todo o tráfego HTTP redirecionado. A execução em HTTPS fornece outra camada de segurança contra criminosos cibernéticos, pois usa criptografia para proteger as informações transmitidas entre clientes e servidores.

  8. Execute planos de teste de controle de qualidade

    Após qualquer atualização, os aplicativos web devem passar por um ciclo de teste de controle de qualidade para garantir que todos os aspectos estejam funcionando conforme o esperado. Embora não seja comum, há momentos em que as atualizações interrompem inesperadamente a funcionalidade dos aplicativos da Web e os tornam potencialmente vulneráveis ​​a ataques. Testes completos de controle de qualidade ajudam a validar se tudo está funcionando conforme o esperado e se seu aplicativo da web está seguro.

A segurança em aplicações web pode ser um tópico complexo e desafiador para as organizações compreenderem e gerenciarem com eficácia. A escolha de uma plataforma de baixo código com uma estratégia de segurança rigorosa, combinada com a implementação das medidas de segurança mais eficazes na construção da sua aplicação web, posiciona a sua organização para o sucesso.

👉  Clique aqui para saber mais sobre o low-code do Jitterbit app builder, Vinyl

Dúvidas? Estamos aqui para ajudar.

Contatos